Genival Lacerda morre aos 89 anos, vítima da covid-19

0

O cantor Genival Lacerda morreu aos 89 anos nesta quinta-feira (07) por complicações da covid-19. Desde o dia 30 de novembro, ele estava internado na UTI. Sua internação aconteceu após o artista ser diagnosticado com pneumonia, em decorrência da covid-19.




No Instagram do artista, foi divulgado que seu enterro acontece às 18h no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, conhecido como Cemitério Monte Santo, em Campina Grande, Paraíba, cidade onde nasceu.

Genival Lacerda Filho divulgou o falecimento de seu pai ao postar em seus Stories do Instagram: “Painho faleceu”. João Lacerda, seu segundo filho, fez homenagem nas redes sociais. “Hoje perdi um dos maiores amigos de minha vida, amigo da música, de ensinamentos, amigo que na hora de brigar, sempre brigava e minutos depois nem lembrava que brigava, porque não guardava mágoa de ninguém”.

“Meu Anjo da guarda, minha Luz, minha vida, hoje ele fez sua última viagem para ficar ao lado do Senhor Deus. Ainda ontem lembro-me de seu sorriso, de apertar sua mão! Agora terei de aprender a viver com sua imagem, e lembranças de um bom pai. De Vai na paz meu pai, sempre te amarei, teu João Lacerda Neto”, concluiu João.

No último domingo, João havia divulgado que houve piora no estado de saúde de Genival Lacerda. Já terça-feira, a equipe que estava cuidando de suas redes sociais pediu doação de sangue.

Genival Lacerda nasceu no dia 5 de abril de 1931, em Campina Grande, na Paraíba. Ele era um dos grandes nomes do forró. Seu primeiro álbum foi lançado em 1956. Famoso pelo refrão “ele tá olho é a butique dela”, ele também era responsável por sucessos como “De quem é esse jegue”, “Radinho de pilha” e “Mate o véio”.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.