Quais as perspectivas do setor de trabalho para 2021?

0

Depois de um ano extremante conturbado como foi 2020, agora a pergunta que está na cabeça de qualquer empreendedor Brasileiro é: será que 2021 será melhor? Quais as perspectivas?

Bom, nunca é fácil falar sobre um assunto tão delicado quanto a economia. O mercado de trabalho depende de vários fatores, e uma pandemia nunca foi objeto de estudo, pois era algo que se quer passava na cabeça de alguém como possibilidade de acontecimentos.

A grande verdade é que ninguém estava preparado para o que viria acontecer, e quando aconteceu, e economia mundial simplesmente colapsou.
Mas isso tudo você já está careca de saber, afinal os jornais e qualquer noticiário televisivo não pararam de falar um dia sequer no último ano.

Porém algo que pouco se fala é sobre os mercados que ascenderam durante a pandemia, e que agora viraram tendência não só para 2021 mas também para os próximos anos.

Uma certeza que temos é a expansão e crescente aderência das empresas e colaboradores ao Home Office. Dito isto, saiba que o Brasil é o terceiro país onde mais cresce o regime de trabalho em casa.

Assim podemos ter uma ideia de que setores ligados ao mundo virtual irão expandir consideravelmente. A maior tendência aqui serão os e-commerce. Não só pela praticidade em que o cliente pode comprar sem sair de casa, mas também pela própria saúde que este fato proporciona. Em temos aos quais as pessoas precisam ficar em casa, nada como poder fazer as comprar em um PC ou smartphone.

O faturamento de lojas online cresceram 47% em 2020, e com isso, outros setores cresceram também, como por exemplo logística e também marketing digital. Todo e-commerce precisa enviar seus produtos aos seus clientes. Aí entra a importância da logística e das empresas de transporte. Hoje ganha mais quem entrega mais rápido, e isso a Amazon sabe muito bem, pois possui um sistema que entrega alguns produtos muitas vezes de um dia para o outro, sendo mais rápidos que os correios.

Mas e para vender, é tão fácil quanto parece? Nada disso, na verdade é muito difícil ter um e-commerce que é notado por consumidores na web. Vamos listar dois pontos cruciais para que isso aconteça:

Marketing de propagandas pagas (Google Ad’s, etc)

Aqui temos uma profissão em ascensão: o expert em tráfego pago. Pessoas que sabem criar campanhas eficientes no Google ganham muito bem para isso, principalmente de lojas grandes que estão sempre procurando profissionais qualificados para tal tarefa.

Imagine que você tenha cinco mil reais para investir em propaganda na internet, como iria tirar máximo proveito disso? Bom, vai depender muito do seu objetivo e estratégia. Não vale dizer que seu objetivo é apenas “vender”, pois isso é algo superficial. Até um produto ser vendido, muito trabalho deve ser feito.

Há vários tipos de campanhas hoje, como por exemplo, as audiovisuais. Você pode criar um vídeo com fotos e sair mostrando seu produto pela web. Esta é uma ótima forma de mostrar o que você tem para vender.

Quando se pensa em criar uma campanha no Google Ad’s, por exemplo, você precisa saber quem vai ser o público alvo daquela campanha, qual a faixa etária que precisa chamar atenção, quem será a pessoa que no fim irá pagar pelo produto, (lembre-se, se você vende roupa infantil, apesar delas chamarem atenção das crianças, quem paga são os pais, então, como você vai chamar atenção das crianças e dos pais, de forma que otimize seus recursos?).

Acredito que já deu para perceber a importância desta área profissional de marketing, não é mesmo? Pois agora vamos para o outro lado da moeda:

Tráfego orgânico – SEO

Aqui nós temos outro mercado interessante para se investir. Estamos falando de conseguir posicionar o seu site, ou no caso um e-commerce, nas pesquisas dos principais motores de buscas (como o Google) para quem procura seus produtos.

Para difícil falando assim, e na verdade é bem difícil mesmo, pois exige muito conhecimento em análise de mercado, otimização de sites e também de técnicas como outreach e link building. Esta ultima é essencial para colocar seus produtos na primeira página do Google.

Percebemos assim que esta é outra tendência de crescimento no mercado. Ao que tudo indica, as perspectivas para o mercado de trabalho a partir deste ano de 2021 é digitalizar. A internet vem ganhando cada vez mais força, e isso cria novas possibilidades, assim como vai apagando outras que acabam se tornando defasadas.

É verdade que falta muito ainda para o home office, por exemplo, se tornar um regime predominante em nosso país, mas tudo está caminhando para que num futuro não tão distante isso realmente aconteça dessa forma.

As pessoas irão trabalhar em casa, ao lado de seus pets e família em geral. Terão mais autonomia de suas vidas particulares, e a vida profissional vai cada vez mais ter lugar em um ambiente mais agradável e menos hostil.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.