10 dicas que vão te ajudar a controlar suas finanças pessoais

Está difícil fechar o mês com dinheiro no bolso? Nossas dicas podem ajudar você!

0

Que não está fácil para ninguém, isso já sabemos, mas o que talvez você não saiba é que é possível melhorar sua situação financeira. Como? Confira aqui dez dicas de economia e finanças pessoais que vão te ajudar a manter seu orçamento mensal controlado e longe do vermelho.

Ter uma vida financeira plena é possível, mesmo ganhando pouco. Basta aprender a controlar os gastos e investir corretamente para conquistar um equilíbrio. Confira nossas orientações:

1. Controle todos os ganhos e gastos mensais

Passe a registrar todas as entradas e saídas em sua conta, é preciso saber exatamente para onde o dinheiro vai. Para facilitar o controle você pode fazer uso de um app de controle financeiro ou criar planilhas no Excel.

Apenas tendo conhecimento de quais são os gastos será possível decidir o que vai continuar e o que pode ser cortado. Este já é o primeiro passo para começar a fazer o dinheiro render mais.

2. Nunca gaste mais do que recebe mensalmente

Se o seu salário fixo é de X reais, não tem lógica ter um gasto mensal acima deste valor. Esta orientação é essencial para ter um controle financeiro eficiente, tenha em mente que o máximo que pode ser utilizado é de 90% desta quantia.

Se você deseja conquistar uma vida financeira estável e tranquila, deve no mínimo economizar 10% do total da sua renda mensal.

3. Pense antes de comprar

Antes de fechar um negócio, comprar um produto ou investir em algo, avalie se você está motivado por um desejo ou necessidade. Comprar por impulso é um mal que afeta pessoas consumistas e para evitar isso é preciso pensar primeiramente nas prioridades orçamentárias.

4. Tenha sempre uma reserva

Emergências acontecem e se você não tiver um real no bolso para cobrir um gasto não previsto, poderá passar por apuros. Alguém próximo ou até você mesmo pode adoecer, ficar desempregado, bater o carro… O seu primeiro investimento deve ser em uma poupança pessoal onde reservará dinheiro para futuras emergências. Não adianta ser controlado e até conseguir investir em ações, se não tiver uma reserva para usar caso ocorra algum problema inesperado.

5. Vai comprar? Pague à vista

Parcelar a perder de vista nunca é uma boa opção. Entrar em uma dívida na qual ficará preso por 12 meses e você terá que se com sua amortização, pode te gerar uma dor de cabeça no futuro.

Sempre que possível se planeje para efetuar uma compra à vista. Economize por um tempo antes de fechar o negócio. Com o dinheiro em mãos é possível até conseguir descontos especiais que vão favorecer seu orçamento.

6. Diminua e se possível elimine por completo os gastos supérfluos

Não é necessário cortar totalmente as idas ao shopping, é só aprender a administrar melhor o seu dinheiro. Por exemplo, avalie se é possível diminuir as visitas de quatro vezes ao mês para duas.

Gastar com bobagens ou itens que não são tão necessários naquele momento, pode até gerar uma satisfação superficial, porém mais tarde o dinheiro poderá fazer falta. Sendo assim, analise friamente o que é necessário e o que não for, corte das despesas mensais.

7. Evite o cartão de crédito para cuidar das finanças pessoais

O cartão de crédito pode até parecer um bem necessário, principalmente se seus gastos mensais estão baseados nele. Porém, um descuido, por menor que seja, pode criar uma bola de neve gigante de dívidas. Você sabia que o Brasil tem as maiores taxas de juros do mundo?

Ainda que existam outras opções, voltadas especialmente para aqueles que estão endividados há muito mais tempo, como o cartão de crédito para negativado, o ideal seria fazer seu uso apenas em situações muito necessárias para que possa controlar as suas finanças pessoais.

8. Em caso de empréstimo, escolha o que tenha as menores taxas de juros

Solicitar um empréstimo com garantia de imóvel pode lhe render menores juros, além de conseguir uma quantia expressiva e mais tempo para efetuar o pagamento.

9. Não vá ao mercado quando estiver com fome

Controlar-se no mercado é muito importante para não extrapolar o orçamento mensal. A dica é levar uma lista restrita do que deve ser comprado e segui-la fielmente.

10. Pesquise os melhores preços

Pode ser uma tarefa trabalhosa e demorada, mas o ideal é pesquisar sempre os melhores preços antes de efetuar qualquer compra, seja em um mercado, loja, shopping ou na internet. Isso ajudará a equilibrar as finanças pessoais.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.