Denilson: Superestrela dentro e fora do campo

0

Denilson, depois de um desempenho notável no mundo do futebol, é hoje uma estrela do poker mundial. Ele é conhecido no Brasil e no resto do mundo por ter sido, em sua época, o jogador de futebol com a transferência mais cara do mundo. Além disso, também ganhou muita fama por suas jogadas, dribles e, principalmente, pelo seu papel importante para o time do Brasil na Copa do Mundo de 2002.

Depois de se aposentar dos gramados, o jogador aproveitou todo o seu conhecimento para trabalhar como comentarista de futebol. Seguiu também os passos de outros antigos jogadores e se dedicou ao pôker. No pôker, tal como no futebol, Denílson joga com habilidade, entusiasmo e muita energia. A 888 é um dos principais operadores do mundo em todos os jogos de casino mas com o foco principal no poker onde é uma grande referência e conta com vários famosos no leque de jogadores.

Nascido em 1977 em Diadema, cidade do interior de São Paulo, no Brasil, Denilson iniciou a sua carreira como jogador de futebol com onze anos de idade, no clube Ouro Verde. Passadas seis épocas, o lateral esquerdo integrou o São Paulo Futebol Clube, um dos grandes clubes do país. Em 1998, foi comprado pelo Real Betis, que optou por este jogador pela sua disciplina e qualidade técnica, depois de ter sido visto na final do Campeonato do Mundo de 1998 em França. O jogador quebrou o recorde mundial da taxa de transferência quando o Real Betis pagou 21,5 milhões de libras para o ter no seu time.

Depois, Denílson jogou alguns meses no Clube de Regatas do Flamengo, no Brasil, por empréstimo e, em 2001, voltou ao Betis. No final da temporada de 2005, o profissional foi vendido ao FC Girondins de Bordeaux, da França, ainda antes de seu contrato com o Betis expirar. Em sua única temporada na Ligue 1, ele apareceu regularmente para ajudar a terminar em segundo lugar. Denilson esteve depois no Al Nassr FC da Arábia Saudita, onde jogou durante alguns meses. O jogador passou ainda por clubes dos Estados Unidos, Vietname e Grécia, tendo sido um jogador que acumulou títulos no mundo do futebol entre 1994 e 2010, até se aposentar.

Durante sua carreira, Denílson comemorou várias conquistas como a Copa da FIFA 2002, troféus onde se inclui a Liga Brasileira, Copa América e Copa del Rey, na Espanha. Durante os quase 20 anos que durou sua carreira, jogou principalmente no São Paulo e no Real Betis e somou mais de 60 internacionalizações pelo Brasil, fazendo sua estreia completa antes de completar 20 anos e representando o país em seis torneios mundiais, que incluíram duas Copas do Mundo. Denilson jogou 61 vezes por seu país entre 1996 e 2003. Este profissional ficou conhecido por ser canhoto, muito criativo e tecnicamente talentoso, sendo lembrado por suas fintas para vencer oponentes. Em sua época Denilson foi um jogador muito famoso, mas, se fosse hoje em dia, teria uma projeção ainda maior, devido ao aumento das comunicações e, principalmente, da Internet e redes sociais.

Denilson tem participado em importantes torneios de poker com dimensão global

Poker

No Brasil, o poker tem se tornado cada vez mais popular ao longo dos últimos anos. Seja no mundo real ou no mundo virtual, o poker tem cada vez mais adeptos, e muitos chegam por referências de amigos ou figuras públicas que já são fãs do jogo. Um dos portais de referência no poker, pela sua qualidade, segurança e facilidade de acesso é a 888. Desde 2012, o Ministério dos Esportes considera o poker como um esporte mental no Brasil, o que permitiu a que eventos como o World Series of Pôker Circuit Brazil e o Brazilian Series of Pôker marquem presença no país e atraiam milhares de jogadores todos os anos, vindos de todo o mundo.

Muitos antigos jogadores de futebol profissional, quando penduram as chuteiras, procuram dedicar-se a outros esportes, e o poker tem sido uma das escolhas de alguns deles, pelas suas semelhanças com o futebol: o jogo requer muitas habilidades como força mental, estratégia e tática, com as quais os jogadores já estão familiarizados.  Depois de se aposentar, Denílson trabalhou como comentarista esportivo da Rede Bandeirantes. Atualmente, o jogador passa uma parte do seu tempo acompanhando a campeonatos de futebol, principalmente quando um dos times é o Palmeiras, seu time do coração, e, desde 2015, jogando pôker, um hobby recente, fazendo parte da equipe 888pôker, uma das plataformas de maiores e melhores de poker do mundo. Esta lenda do futebol assinou com o 888pôker e o Team888 como seu primeiro embaixador, em março de 2016.

Denilson começou a jogar poker com amigos e rapidamente se apaixonou, com seu histórico de futebol competitivo ajudando-o a se familiarizar rapidamente com o jogo. O ex-jogador chegou mesmo a fazer algumas aulas com profissionais como Bruno Foster. Denilson relaciona o futebol com o pôker, indicando que é um exercício para a mente, em que a paciência e concentração são pontos em comum, e que, à medida que joga e pratica, gosta cada vez mais. Segundo o antigo jogador de futebol, a sua paixão pelo poker é antiga e várias das suas habilidades no futebol puderam ser transmitidas para a modalidade. Em ambos os esportes, estas características são essenciais. Sem concentração e paciência o jogador pode se perder jogo e perder tudo o que ganhou até então. Para Denilson, Bruno Foster, o seu treinador, é um dos melhores jogadores de poker do mundo. Neymar é outro dos jogadores que Denilson aponta como estando perto de ser o melhor do mundo. O jogador tem participado em eventos como o 888pôker Festival e o World Series of Pôker. Passados alguns anos desde sua nomeação como embaixador da marca, o mundo acompanha cada vez mais atentamente o Brasil como um dos mercados de pôker mais evoluídos do mundo.

Além de Denilson, o Brasil tem vários outros jogadores de futebol de elite e ex-jogadores que gostam de jogar ao poker e são profissionais, como Neymar Jr, Moisés Lima, Bruno Bonfim ou Ronaldo “fenômeno”, e que se debatem com grandes profissionais do poker mundial, como Marcelo Mesqueo, Leandro “Brasa” Pimentel, Rafael Moraes conhecido como GM_Valter, Patrick “Nelep10” Ulysséa ou André Akkari.

Embora amadores e jogadores profissionais de Poker no Brasil ainda batalhem para regulamentar o esporte, o mercado cresce impulsionado pela emoção, competitividade, adrenalina e pela possibilidade de ganhar muito dinheiro em torneios físicos ou online, e a presença de celebridades do mundo do futebol é outro dos fatores que tem atraído cada vez mais novos jogadores a este esporte. Um forte indício disso é a evolução do Campeonato Brasileiro de Poker (BSOP), maior evento de poker da América do Sul. Em sua primeira edição, em 2006, não passou de 100 participantes. Na etapa final de 2015, foram 3.866 participantes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.