EntretenimentoLiteratura

Resenha: Não Confie em Ninguém – Charlie Donlea

O livro Não Confie em Ninguém, do americano Charlie Donlea, foi lançado no Brasil em 2018 pela Faro Editorial. Esse é o terceiro livro do autor lançado no país, depois de A Garota do Lago (2017) e Deixada para Trás (2017).


Com 347 páginas, o início do livro é narrado em primeira pessoa – sob a perspectiva de quem matou Julian e depois sob a de Julian. O resto é narrado em terceira pessoa –  Sidney, Grace e Gus. Os capítulos são intercalados entre o presente e o passado (cenas do documentário).

Outros personagens também são apresentados como Marshall (irmão de Grace), os pais de Grace, Ellie, Daniel (ex-namorado de Grace), o pai de Sidney e Leslie (assistente de Sidney).

Não Confie em Ninguém mostra que todos guardamos segredos

O livro conta a história de Grace Sebold, que teve sua vida mudada depois de uma viagem com Julian, o namorado, para a cerimônia de casamento de dois amigos em Santa Lúcia. Julian é assassinado e logo a culpa recai sobre Grace.

Enquanto isso, a cineasta Sidney começa a ficar conhecida por dois documentários em que questiona a condenação de dois prisioneiros que logo são inocentados. Sabendo disso, Grace e a amiga Ellie começam a enviar cartas para Sidney pedindo que ela investigue a história de Grace, que já está há 10 anos na prisão.



Sidney então decide fazer um documentário em tempo real e começa a exibir as falhas do processo. Grace foi vítima de uma conspiração ou condenado por incompetência dos investigadores envolvidos? Com a ajuda de Lívia (personagem de Deixada para Trás), um dos episódios do documentário alcança 20 milhões de espectadores.

+ Resenha: Deixada para Trás – Charlie Donlea

Tudo parece ir bem até que Sidney recebe uma carta anônima avisando que ela está sendo enganada pela assassina. Ela então investiga o passado de Grace e descobre uma estranha coincidência. Enquanto investiga os fatos do passado, Sidney não sabe que não é apenas a verdade que está em jogo, mas também sua vida.

Fazia tempo que um livro policial não me prendia tanto! A curiosidade que ele desperta faz com que você vire as páginas e queira mais e mais e vá se surpreendendo com as descobertas e criando várias teorias, ao mesmo tempo em que se sente enganada.

Recomendo (4 de 5 estrelas)!

Etiquetas
Mostrar mais

Flávia

Escrevo sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também sou redatora e editora na Contentools e na Blasting News, e redatora na Contteudo e PostSpot.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios