Bolsonaro critica Haddad no Twitter e petista chama presidente para o debate





Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputaram o segundo turno da eleição presidencial em 2018. Neste sábado (05), os dois discutiram no Twitter e viraram um dos assuntos mais comentados da rede social.

Tudo começou quando Bolsonaro alfinetou Haddad sobre uma matéria publicada pelo portal alemão Deutsche Welle. Sexta-feira (04), o petista publicou link do texto, que foi postado em 28 de novembro do ano passado e tinha o título “Brasil, um país do passado”. O texto contém fortes críticas a Bolsonaro e seus seguidores. O texto afirmava, por exemplo, que, no Brasil, “está na moda um anti-intelectualismo que lembra a Inquisição” e que “seus representantes preferem o pastor Silas Malafaia a Immanuel Kant (filósofo alemão)”.

+ Após discussão, Bolsonaro bloqueia Haddad no Twitter

O presidente falou sobre o texto e chamou Haddad de “fantoche do presidiário corrupto” e “marmita”. “A verdade é que o marmita, como todo petista, fica inventando motivos para a derrota vergonhosa que sofreram nas eleições, mesmo com campanha mais de 30 milhões mais cara”, escreveu, completando na sequência que “o PT quebrou o Brasil de tanto roubar, deixou a violência tomar proporções de guerra, é uma verdadeira quadrilha e ninguém aguenta mais isso!”, disse o presidente.

O petista respondeu o presidente no Twitter. “Na verdade, quem disse isso foi um jornalista da Deutsche Welle, mas se você já se sentir seguro para um debate frente a frente, estou disponível. Forte abraço!”, disse o ex-prefeito de São Paulo.





Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *