Ciência e SaúdeCuriosidadesEstilo de vidaEstilo de Vida e LazerMundoNotíciasSaúde

Especialistas descobrem que filtro solar é absorvido pela corrente sanguínea

No estudo, os cientistas quiseram verificar se o uso constante de protetor solar pode trazer algum dano para a saúde.




O uso do filtro solar diariamente é recomendado por especialistas de todo o mundo. Porém, a forma como o organismo absorve as substâncias químicas presentes no produto ainda intriga os cientistas. Foi por isso que uma pesquisa da Food and Drug Administration (FDA), instituição dos Estados Unidos, avaliou o protetor.


No estudo, os cientistas quiseram verificar se o uso constante de protetor solar pode trazer algum dano para a saúde. Para a surpresa de muitos, o resultado da pesquisa, que foi publicado no periódico científico Jama, constatou que algumas substâncias do protetor chegam à corrente sanguínea.

Contudo, isso não é motivo para que ninguém deixe de usar o filtro solar. Os benefícios trazidos por ele ainda se destacam, são essenciais para manter a saúde e evitar o câncer de pele.

Entenda como foi feita a pesquisa sobre filtro solar

Para analisar como funciona a absorção das substâncias presentes no protetor solar, os pesquisadores avaliaram um grupo de 24 pessoas, em um ambiente de laboratório. Os participantes aplicaram o produto quatro vezes ao dia e em pelo menos três quartos do corpo.

O procedimento foi realizado por quatro dias consecutivos e, depois disso, a concentração das substâncias na corrente sanguínea foi avaliada. Os cientistas descobriram que a oxibenzona, o ecamsule, a  avobenzona e o octocrileno, substâncias que fazem parte da fórmula dos protetores disponíveis no mercado, haviam sido absorvidas.



Embora esse dado possa servir como um alerta da necessidade de mais pesquisas na área, ele não pode ser tido como verdade absoluta por diversos motivos. Um deles é que as pessoas avaliadas estavam em um ambiente baseado em laboratório. Isso pode fazer com que o resultado seja diferente de quem usa o mesmo produto e vai para a piscina ou passa o dia todo trabalhando.

Outro ponto importante é que os participantes usaram o filtro solar em sua quantidade máxima. Na rotina diária, provavelmente ninguém passa o produto em quase todo o corpo, quatro vezes ao dia.


Assim, será necessário realizar mais pesquisas para descobrir o real impacto do produto sobre a saúde e, se for o caso, buscar inovação na fórmula química que constitui o protetor solar.

Comments

0 comments

Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios