EsportesFutebolNotíciasSeleção Brasileira

Seleção Brasileira tropeça em amistosos e Tite volta a sentir pressão no cargo

Os empates contra Senegal e Nigéria não caíram bem para a sequência de Tite na Seleção Brasileira. O treinador voltou a ser questionado pela torcida e começa a ver uma real ameaça quanto ao futuro na equipe. A sequência ruim vem logo após a conquista da Copa América, que deveria ter deixado o clima melhor, porém não foi o caso. Agora, o técnico busca se recuperar nos amistosos que ainda disputa em 2019.

Em duas partidas de pouco futebol, o Brasil viu quase de perto uma derrota nos confrontos em Singapura. A equipe até abriu o placar contra o Senegal, mas acabou dominada pela seleção africana e viu o atacante Sadio Mané, que joga no Liverpool, comandar as ações ofensivas. O placar de 1 a 1 ficou até de bom tamanho para o time de Tite, que ameaçou o adversário em apenas quatro oportunidades nos 90 minutos.

Contra a Nigéria não foi diferente. A Seleção não conseguiu se impor, perdeu Neymar para uma lesão e precisou correr atrás de um novo empate. Melhor para o tradicional adversário, que mesmo com menos posse de bola criou as melhores chances da partida. O resultado fez com que Tite chegasse aos quatro jogos sem vitória, já que em setembro empatou e perdeu para Colômbia e Peru, respectivamente.

É o pior momento do time, que precisa se recuperar logo para a disputa da próxima temporada. O calendário da Seleção Brasileira promete ser lotado em 2020, já que serão três torneios diferentes a disputar. O Brasil vai jogar a Copa América, os Jogos Olímpicos de Tóquio e também as Eliminatórias do Mundial. Os palpites de futebol de hoje apontam um certo favoritismo brasileiro nessas disputas, já que o time é o atual campeão em todas elas. Mais responsabilidade para Tite e os jogadores.

Para encerrar o ano

Se a intenção é chegar a 2020 em melhor momento, a Seleção terá duas oportunidades para conseguir isso. A Confederação Brasileira de Futebol já confirmou os dois últimos compromissos da equipe neste ano. No dia 15 de novembro, o time estará na Arábia Saudita para enfrentar a Argentina em clássico que promete dar trabalho. Será o primeiro jogo entre os dois, após a vitória brasileira nas semifinais da Copa América.

A outra partida, que ainda não tem data confirmada, vai acontecer em Abu Dhabi. O Brasil vai enfrentar a Coreia do Sul e, depois disso, só deve se reunir para os jogos oficiais de 2020. São duas partidas complicadas, que podem ser essenciais para fechar o ano de forma positiva. Vencer a Argentina novamente seria perfeito e acalmaria os ânimos até do torcedor mais pessimista com o trabalho de Tite.

Esse momento ruim é inédito para o treinador, que sempre teve um aproveitamento acima dos 80%. Por isso, é até estranho entender a situação do Brasil no momento. Após o fracasso no Mundial de 2018, alguns torcedores chegaram a pedir Renato Gaúcho, mas isso foi esquecido com o título da Copa América. Resta saber se, após os dois últimos amistosos da temporada, Tite ainda terá oportunidade no comando da Seleção.

Etiquetas
Mostrar mais

Milena

Escreveu para sites como Yahoo e Dona Giraffa e atua em plataformas com produção de conteúdo. É formada em medicina veterinária, mas trabalha exclusivamente com redação desde 2013. Contato: milena@horabrasil.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios