Pedofilia: polícia procura outras vítimas de coronel que estuprou menina de 2 anos

0




O coronel reformado da PM Pedro Chavarry Duarte, 62 anos, foi preso no último sábado (10) após ser acusado de pedofilia. Ele foi acusado de estuprar uma menina de apenas 2 anos. Agora, a polícia do Rio de Janeiro procura outras vítimas do coronel. Ele foi investigado por abandono, maus tratos e tráfico de crianças em 1993. Um bebê de apenas três meses estava sob seus cuidados e foi encontrado sozinho e sem alimentação em casa em Bangu, zona oeste da cidade.

A Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) está em contato com o Disque-Denúncia para tentar encontrar pistas sobre possíveis casos de outros abusos praticados por ele.

A vizinha Thuanne Pimenta dos Santos, 23 anos, foi presa nesta segunda-feira (13) por ter entregado a menina ao coronel. A mãe disse para a polícia que estava trabalhando. Já o pai disse que entregou a filha por Thuanne ter afirmado que a cadastraria para ganhar um presente de Natal. Thuanne diz ter deixado a menina com o coronel por ter precisado voltar para casa para buscar um celular. Mas o aparelho foi apreendido e, de acordo com a Polícia Civil, havia nele várias fotos de outras crianças, que podem ter sido oferecidas ao coronel ou outros pedófilos.

Duarte foi flagrado no último sábado, por volta das 20h, por dois PMs. Ele estava com o bebê, chorando e sem roupas. A polícia havia sido chamada por uma cliente e uma atendente da lanchonete do tipo “drive thru”. Duarte tentou fugir. Ao ser abordado, avisou sobre sua patente superior e ofereceu suborno aos policiais. Os policiais fingiram aceitar o suborno, mas gravaram a oferta. O vídeo do suborno pode ser assistido aqui. Funcionário da lanchonete afirma que já viu o coronel com outras crianças. Ele foi preso por corrupção ativa e estupro de vulnerável.

Ele foi condenado em primeira instância em 1993 por ter abusado de uma criança. Mas foi absolvido apenas um ano depois.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.