Os Paralamas do Sucesso encerram a semana do Conversa com Bial

0



Nesta sexta-feira (1), Pedro Bial recebe em seu programa os Paralamas do Sucesso. Esta não é a primeira vez que o apresentador terá a oportunidade de entrevistar os três músicos. Em 1985, no Rock in Rio, o jornalista entrevistou três jovens da nova cena do rock nacional: Herbert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone.

Veja também: Cabo Verde x África do Sul: horário do jogo e como assistir as eliminatórias da Copa ao vivo

Desta data já se passaram mais de 30 anos e eles vão poder relembrar o momento. Bial revê a reportagem ao lado dos integrantes e brinca: “Será que mudamos muito?”. O grupo ri, concorda com as mudanças físicas causadas pelos anos e entra em consenso sobre uma característica imutável entre eles. “Tocar é o nosso principal lance”, afirma o vocalista.

Desde 1970 a formação do grupo é exatamente a mesma. Construímos a nossa confiança no palco. A gente aprendeu a tocar em público, sob os holofotes. E sempre fomos só nós três”, afirma Herbert Vianna a Pedro Bial. As primeiras influências musicais foram grandes nomes do rock internacional, como The Police e Eric Clapton, tanto que na época os grupos brasileiros eram vistos como versões de grupos internacionais do gênero. Mas Os Paralamas foram se afastando de referências estritamente do rock’n’roll e aproximando-se de outros estilos musicais. Na América Latina, eles têm uma identificação com grupos argentinos e os amigos portenhos brincam: “Falam que nós somos uma excelente banda argentina que canta em perfeito português.”

Além das referências musicais, Pedro Bial também indaga o grupo sobre a origem do nome. Para a surpresa do jornalista e do público, o baixista responde: “Na verdade, tentamos ver quem conseguia produzir o pior nome possível!”. Entre risadas, os outros membros citam outros nomes cogitados, mas que não tiveram a mesma aderência de Os Paralamas do Sucesso. Durante a noite, o grupo entoa hits da carreira, como “Meu Erro” e “Uma Brasileira”. 

 Exibido após o ‘Jornal da Globo’, ‘Conversa com Bial’ tem direção artística de Monica Almeida e direção de conteúdo de Ingo Ostrovsky.






Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.