‘Bozo inútil’, diz Haddad após Bolsonaro criticar manifestantes

0


Na tarde desta quarta-feira (15), em Dallas, Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro criticou as manifestações que acontecem no Brasil.




Os manifestantes protestam contra o corte de verbas para a Educação. Na porta do hotel onde ficará hospedado em Dallas e cercado de manifestantes ao seu favor, Bolsonaro criticou os protestos. Ele chamou os manifestantes brasileiros de “idiotas úteis”, “imbecis” e “massas de manobra”.

“É natural. A maioria ali é militante, não tem nada na cabeça. Se perguntar 7×8, não sabem. Se perguntar a fórmula da água, não sabem. Sabem nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitos empresários do Brasil”, declarou o presidente.

O presidente disse ainda que não gostaria de fazer o corte e culpou os governos anteriores ao seu. “Na verdade não existe corte. O que houve é um problema que a gente pegou o Brasil destruído economicamente também, com baixa nas arrecadações, afetando a previsão de quem fez o orçamento, e se não tiver esse contingenciamento eu simplesmente entro contra a lei de responsabilidade fiscal. Então não tem jeito, tem que contingenciar. Mas eu gostaria (que não cortasse) nada, em especial na educação”, afirmou.


Em sua conta no Twitter, Fernando Haddad (PT), que disputou o segundo turno das eleições em 2018 contra Bolsonaro, postou imagem dos assuntos mais comentados do Twitter e escreveu: “Bozo inútil”. Os assuntos mais comentados do Twitter nesta quarta-feira (15) são #TsunamiDaEducação, #TodosPelaEducacao, #NaRuaPelaEducacao e “Lula Livre”, respectivamente.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.