Helder Barbalho, governador do Pará, é alvo de operação sobre fraude na compra de respiradores

0

A Polícia Federal deflagrou operação nesta quarta-feira (10) para apurar corrupção na aquisição de respiradores no Pará. O governador Helder Barbalho foi alvo de mandando de busca e apreensão, além de outros 14 investigados.




Os mandados de busca e apreensão acontecem na casa do governador, no Palácio dos Despachos (sede do governo paraense) e Secretarias de Estado de Saúde, Fazenda e Casa Civil do Estado do Pará. São, ao todo, 23 mandados de busca e apreensão no Pará e outros seis estados.

Sócios da empresa investigada e servidores públicos do estado também são investigados. Helder Barbalho é o segundo governador alvo da operação sobre fraude na compra dos respiradores, usados em hospitais para contaminados pelo coronavírus. O primeiro governador alvo foi Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, em maio.

A Polícia Federal informou que a compra dos respiradores custou R$ 50.400.000,00 ao Pará. Do total, metade do valor foi pago à empresa vendedora antecipadamente. Mas os respiradores sofreram muito atraso na entrega e, para completar, são de modelo diferente do comprado e não funcionam no tratamento da Covid-19. Por isso, os respiradores foram devolvidos.




Os suspeitos são investigados por fraude à licitação, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, prevaricação e falsidade documental e ideológica. A operação tem participação de 130 policial e apoio da Receita Federal do Brasil e apoio da Controladoria-Geral da União (CGU).




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.