O futuro dos cassinos online é mobile

0
cassinos-online
As empresas de cassino estão cada vez mais atentas no mercado lançando seus próprios aplicativos
Fonte: https://pixabay.com/pt/photos/o-casino-m%C3%B3vel-aplicativo-casino-5012426/

Da mesma maneira que 30 anos atrás o computador de mesa era a única ferramenta de se trabalhar com internet e, 20 anos depois, laptops entraram na briga, hoje em dia os smartphones já se tornaram a forma mais comum, inclusive entre os brasileiros, para se acessar conteúdo online.

Assim sendo, da mesma maneira que os cassinos tradicionais criaram suas versões virtuais há tantos anos, hoje em dia os melhores cassinos online já sabem que, se não se adaptarem às telas reduzidas de celulares, simplesmente vão ficar para trás.

Mas o que isso significa para os usuários e o mercado como um todo?

Expansão mundial

Não há como frear o avanço da tecnologia, e seria irracional para qualquer empresa ou entidade tentar fazer isso, sob a pena de simplesmente ficar para trás. Falar na tecnologia, porém, é amplo demais, mesmo sobre aquela que chegou por último.

Alguns avanços simplesmente “não pegaram”, como a famosa “tecnologia usável”, ou seja, gadgets para serem usados como roupas e/ou acessórios – sim, os famosos óculos inteligentes, smartwatches e outros produtos que, embora tenham seu público fiel, não caíram nas graças das pessoas comuns.

Por outro lado, você pode procurar em praticamente qualquer bolso hoje em dia e vai achar um smartphone, por mais simples que seja, mas que ofereça acesso à internet e às facilidades proporcionadas por ela.

Guardadas as devidas proporções e contextos históricos, é o equivalente à televisão uns 50 anos atrás. Mas como isso se relaciona com a atuação dos cassinos online e casas de apostas virtuais? Se elas não estiverem preparadas para receber clientes através desses novos meios, simplesmente correm risco de não receberem novos clientes, o que afeta os lucros – e se tem uma lei absoluta no mercado é que empresa que não lucra, quebra.

Novas plataformas

Levando em conta o uso disseminado de smartphones e tablets para acesso à internet e a necessidade de expansão dos negócios, a equação fica simples para qualquer cassino online: entrar no mercado mobile de qualquer maneira que for possível.

O primeiro e mais óbvio passo muitos já tomaram, que é desenvolver seus próprios aplicativos. Em geral, esses apps são versões otimizadas do site, mas alguns dos nomes mais antenados do mercado de cassinos já perceberam que aí há uma brecha a ser explorada.

Desde um bônus especial para quem se cadastrar via app, passando por odds melhoradas nas apostas e giros grátis nos jogos quanto clubes exclusivos de fidelidade, são algumas das ações que as empresas podem tomar para incentivar novos usuários a instalarem seus apps. O celular representa o hoje; quem dirá o que representará o amanhã?

Brasil: um novo mercado

Desde o fim dos anos 1940 que o Brasil saiu da rota dos fãs de cassino físicos  porque, desde aquela época, os jogos de azar estão proibidos no Brasil. Depois de décadas sem cassinos, os bingos também viram seu fim no início dos anos 2000, e parecia que seria o fim da história.

Não podemos esquecer, porém, que política, economia e costumes sociais são elementos vivos e sujeitos a mudanças.

Por conta disso, o que se viu foram propagandas de casas de apostas virtuais surgindo na televisão pouco a pouco, até que cassinos online e outros braços de aposta ganharam força a ponto de se tornarem patrocinadores de grandes eventos.

Ao mesmo tempo, os políticos nunca deixaram totalmente de lado pautas de legalização – até porque, se essa expansão dos cassinos online mira o Brasil como mercado-alvo, ela faz isso explorando brechas da lei, uma vez que os jogos de azar continuam proibidos por aqui.

Essas empresas só podem operar porque são completamente virtuais e suas sedes ficam bem longe do território brasileiro.

Isso pode mudar, porém, com projetos que visam liberar novamente jogos de azar no país em instituições físicas – cassinos, bingos e por aí vai. O projeto de legalizar jogos de azar vive aparecendo nas pautas do congresso, mas até agora não veio à luz. Isso, porém, pode mudar em breve.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.