Miss México vence Miss Universo 2020; brasileira fica em segundo lugar

0

Andrea Meza, a Miss México, venceu o Miss Universo 2020. Ela ganhou de 73 adversárias e foi coroada no Seminole Hard Rock Hotel & Casino em Hollywood, na Flórida, Estados Unidos. A brasileira Julia Gama terminou a noite em segundo lugar. Com a colocação, Julia Gama repetiu o feito da mineira Natália Guimarães, última Miss Brasil que terminou o Miss Universo em segundo lugar, em 2007.




O top 5 da edição foi formado, respectivamente, por Andrea Meza (México), Julia Gama (Brasil), Janick Maceta (Peru), Adline Quadros Castelino (Índia) e Kimberly Jiménez (República Dominicana). Conheça o top 5 em fotos aqui.

Na rodada de perguntas, a vencedora do Miss Universo 2020 foi questionada sobre o que teria feito para lidar com a pandemia do novo coronavírus se estivesse comandando o seu país. Andrea Meza afirmou que teria decretado lockdown antes da doença se espalhar por todo o mundo.

“Eu acredito que não existe uma forma perfeita de lidar com uma situação tão difícil quanto a covid-19, mas eu acredito que eu teria iniciado o lockdown antes mesmo da situação se espalhar tanto. Nós perdemos tantas vidas e devemos cuidar das pessoas. Eu teria cuidado delas desde o início”, disse ela.

Andrea Meza é a terceira Miss México a vencer o Miss Universo. Mexicanas já venceram em 1991, com Lupita Jones, e em 2010, com Jimena Navarrete.

Já o Brasil não vence o Miss Universo desde 1968, quando Martha Vasconcellos ganhou. Antes dela, a brasileira Ieda Maria Vargas venceu em 1963. O Brasil ganhou o Miss Universo apenas em 1963 e 1968. Já o segundo lugar não é conquistado por uma brasileira desde 2007, quando a mineira Natalia Guimarães terminou o concurso nesta colocação.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.