BBB 18: ‘Sempre fomos muito sinceros em tudo e vamos continuar sendo’, diz Wagner sobre Gleici

Após ser eliminado do BBB 18 com 59% dos votos, Wagner participou do chat da Rede BBB e foi entrevistado por Fernanda Keulla. Ele falou sobre Kaysar e sobre seu relacionamento com Gleici.




Ele explicou a polêmica que foi gerada após ele cogitar que Kaysar seria rico por saber nadar. “Quem faz aula de natação na periferia? Podem nadar em lugares mais simples, mas não com uma técnica como ele. Acho que às vezes ele utiliza algumas técnicas para parecer uma pessoa mais sofrida”, disse ele. Keulla avisou ao eliminado que seu ex-aliado Viegas falou mal dele para diversas pessoas após a briga que tiveram. “Não imaginei. Mas não tenho nada contra ele. Ele fala o que quiser”, disse ele.

Leia também: Caruso ameaça Wagner: ‘Vou te arrebentar aqui fora’

Sobre a briga com Viegas, Keulla relembrou que Wagner chamou o brother de traidor após ele perder a prova de resistência, que estava sendo em dupla. A repórter perguntou se ele considera Viegas traidor. “Não considero ele traidor. Ele foi imprudente. Faltou concentração. Talvez tenha faltado um pouco de entrega. Cada um tinha uma obrigação explícita e ele não cumpriu. Talvez eu tenha errado com a palavra. O sentimento que eu tive foi de alguém que foi traído. Senti a mesma dor de alguém que foi traído”, explicou. “A gente demorou para se entender porque o Viegas tem um tempo diferente, ele gosta de ficar remoendo. Para mim é diferente. No outro dia, para mim passou e a vida seguiu”.

Leia também: Wagner é eliminado do BBB 18 com 59,50% dos votos

Keulla também questionou o fato de Wagner não proteger Gleici explicitamente e não avisá-la sobre a combinação de votos que acontecia pela casa. “A Gleici traz para mim memórias de coisas que considero primordiais. E o fato de eu não me posicionar como as pessoas esperavam era porque no fundo os participantes já sabiam. Quando chegavam com o nome da Gleici, eles chegavam cheio de dedos. A Gleici é bem crescida e esperta, ela consegue ver a maldade no olhar de longe. Eu dava algumas dicas, nunca fui incisivo”.

Leia também: Quem vai ganhar o BBB 18? Vote no seu favorito

Keulla também perguntou se o romance “Gleigner” foi sincero. “Sim, é muito sincero, sincero até demais. Extrapola. Às vezes a gente tem que se policiar”, disse ele. Wagner também garantiu que, quando Gleici sair do BBB, eles irão se encontrar. “E a partir daí a gente vai descobrir se a relação vai ser séria ou não. Temos que trabalhar com os fatos, ela mora no Acre e eu, no Paraná”, disse ele, afirmando que a vê como potencial de relacionamento. “Já fui muito mulherengo na vida. E quando isso aconteceu eu fui muito caçado. Eu queria que o que aconteceu com Gleici fosse num tempo bom. Eu esperei nossa relação crescer”.




Fernanda Keulla também perguntou sobre o que acontecia debaixo do edredom e Wagner desconversou. “A gente quis manter a distância segura”, disse ele. Ao ser perguntado sobre o motivo deles não passarem o dia inteiro juntos, ele respondeu: “A gente é muito tímido e a gente não queria parecer grudento. O nosso tempo é esse mesmo, a gente é tímido, a gente pega leve, não há nada errado nisso. A gente é desse jeitinho mesmo, pega leve, deixa uma distância segura e tenta se curtir do jeito que dá naquele momento. A gente não precisava ficar se caçando na casa”.

Leia também: ‘Vamos tentar com todas as forças’, diz Wagner sobre romance com Gleici

Após o comentário, Keulla perguntou se o décimo eliminado do BBB 18 acha errado o comportamento de Paula e Breno, que passam o dia inteiro juntos e se beijando. “A energia deles é essa. Eles precisam se pegar, ficar mais próximos. Eu e Gleici somos mais do carinho, do silêncio e do olhar”, disse ele. Wagner ainda garantiu que sempre teve interesse em Gleici e que esperou o melhor momento para se beijarem. “Não foi sem querer, foi por querer e por querer muito. Foi por querer, a gente se cercou, esperou o melhor momento, conversou sobre, até o momento em que falamos: ‘não dá mais'”.

Leia também: ‘Pode ser macumba deles, mas me convenci que o certo seria não votar no Viegas’, diz Jéssica

“Nunca fomos fakes, a gente sempre foi muito sincero em tudo e vai continuar sendo. Na final ou antes, quando ela sair, eu estarei aqui. A gente vai seguir no nosso ritmo de carinho, tímidos e sinceros um com outro”, finalizou Wagner.

Natalia Marinho

Formou-se em Jornalismo em 2010. Já escreveu para sites como Yahoo Brasil (em editorias como Yahoo Mulher e Yahoo Finanças), Compara Seguros, Beleza na Web, Pet Love, Viva Real, Americanas Viagens e Submarino Viagens. Contato: natalia@horabrasil.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *