Inteligência artificial prevê que o Brasil vai vencer a Copa

Seleção brasileira posa para a foto oficial da Copa do Mundo (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O Brasil será o campeão do mundo, é o que diz a previsão da inteligência artificial do grupo financeiro Goldman Sachs. Para chegar a esse resultado, a Goldman usou o aprendizado de máquinas para executar 200.000 modelos, usando dados referentes à performance individual de cada um dos jogadores e também à performance da equipe. Essas informações ajudaram a prever placares específicos de jogos. Goldman simulou um milhão de variações do Mundial para calcular a probabilidade de cada seleção avançar.

Segundo a IA, a Alemanha, França e Portugal também chegarão à semifinal da Copa na Rússia.

Resultados apresentados pela IA

  • O Brasil conquistará o hexa em uma final contra a Alemanha com um placar de 1.70 a 1.41.
  • É provável que a França enfrente o Brasil nas semifinais.
  • A Inglaterra conseguirá chegar às quartas de final e perderá para a Alemanha.
  • Argentina e Espanha devem apresentar um desempenho abaixo do esperado e perderão nas quartas de final.
  • Rússia não passará da fase de grupos.
  • A Arábia Saudita vai surpreender e vai passar pela fase de grupos.

Vale lembrar que essa mesma IA também previu que o Brasil seria o campeão da Copa do Mundo de 2014.




Recentemente, a Electronic Arts fez uma simulação para prever quem será a seleção campeã da Copa na Rússia e o resultado foi: França. Na Copa anterior, essa mesma simulação previu que a campeã mundial seria a Alemanha, que venceu a Argentina na final com um gol de Mario Gotze aos sete minutos do segundo tempo da prorrogação no Maracanã. 

Leia também: Pelé diz que seleção ainda precisa do ‘time certo’

Brasil e Alemanha estreiam na Copa no mesmo dia, domingo, dia 17. A Alemanha vai enfrentar o México às 12 horas e o Brasil joga contra a Suíça a partir das 15 horas. 

Fonte: Business insider

Flávia Resende

Escreve sobre quase tudo, principalmente livros, séries, viagens, idiomas, educação, futebol e saúde. Também é redatora e editora na Contentools e na Blasting News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *