Zé de Abreu cospe em cliente anti-PT; veja o vídeo

0

O ator e petista declarado Zé de Abreu foi alvo de mais uma polêmica por causa de sua posição política. De acordo com o próprio ator, ele cuspiu em um cliente e em sua esposa após ter escutado xingamentos.



Zé de Abreu estava em restaurante japonês de São Paulo e se refere ao homem com quem discutiu como “advogado carioca”. O ator explicou que cuspiu “na cara do coxinha” e da esposa dele, mas que o homem “não reagiu”. Por isso, o ator o chamou de “covarde” no Twitter. “O covarde perdeu a linha”, disse ele, já que o homem não reagiu. “Covardes fascistas”, esbravejou.

Ele explicou que o homem o xingou, falando que ele “vota no PT, mas vai comer em restaurante japonês” e que o “troco” foi uma homenagem ao deputado Jean Wyllys, que recentemente cuspiu no deputado Jair Bolsonaro durante a votação do processo de impeachment da Câmara dos Deputados.

Depois da confusão, a colunista Keila Jimenez afirmou que a Globo estava considerando cancelar a participação do ator no Domingão do Faustão. Mas ele acabou participando do programa e se explicando sobre o episódio. Zé de Abreu aproveitou para defender Dilma Rousseff e criticar Michel Temer e Eduardo Cunha ao vivo.

Assista abaixo ao vídeo da confusão.

 

Tuítes de Zé de Abreu sobre o caso

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.