Como o conceito de casa vertical está transformando o mercado imobiliário

0

A verticalização progressiva de grande parte das cidades do país está tornando cada vez mais difícil residir em uma casa em vez de em um apartamento, especialmente se a pessoa preferir morar perto dos centros.

No entanto, um conceito arquitetônico recente está sendo aplicado em imóveis novos, surgindo e transformando o mercado imobiliário, pois unifica os benefícios de morar em uma casa e as vantagens de um condomínio luxuoso.

O que são casas verticais?

Antes de tudo, é preciso entender o que são, afinal, casas verticais. O nome parece ser autoexplicativo, no entanto, há alguns pontos importantes a serem ressaltados.

Esse formato de casa, à primeira vista, não se assemelha em nada a uma residência comum, sendo facilmente associado a um prédio corporativo ou até mesmo a um museu, devido à sua proporção diferenciada.

Entretanto, o seu interior possui o aconchego, o conforto e a agradabilidade que somente uma casa pode proporcionar.

Portanto, a casa vertical é um imóvel construído com o objetivo de aproveitar ao máximo o espaço disponível do terreno, e tem sido uma solução assertiva, se tornando uma opção amplamente utilizada.

A transformação do mercado imobiliário

O mercado imobiliário está em constante transformação, visto que, nos últimos anos, houve grande volume de ofertas, mas um volume moderado de procura — o que levou à estagnação do setor.

Além da crise econômica de 2016, que afetou o poder de compra da população em geral, há outros fatores que também justificam a baixa nas vendas, como a burocracia e as altas taxas oriundas de financiamentos, a mudança nos hábitos de consumo, a nova relação da sociedade com o e-commerce e os atuais meios de pagamento.

Dessa forma, alguns ajustes foram imprescindíveis para que o setor se recuperasse, se adequasse às recentes necessidades identificadas pelo mercado e voltasse a crescer.

O conceito de casa vertical, sem dúvidas, é um deles, pois, como já foi mencionado, em relação a modelos de imóveis residenciais, há uma evidente preferência por casas, mas falta espaço, sobretudo em grandes metrópoles, para construir novas e atender a demanda.

Logo, o conceito está se tornando uma forte tendência no processo de transformação do setor, pois soluciona essa questão e ainda traz outras vantagens para o comprador, como a possibilidade de usufruir de um condomínio de alto padrão, já que é assim que empreendimentos do tipo estão sendo construídos.

Além disso, especialistas consideram a fase atual do país ideal para investimentos, visto que, a fim de aquecer o mercado, as taxas de juros estão mais baixas e acessíveis a um novo público. Ademais, o panorama econômico é positivo, o país está se desenvolvendo bem e o Governo está aberto a mudanças.

Arbo Casas Verticais

Um exemplo de empreendimento nesse sentido, é o projeto Arbo Casas Verticais, da Even, localizado no Brooklin, em São Paulo. O bairro, repleto do verde das árvores, oferece uma boa variedade de comércio e serviços, além de possuir fácil acesso aos maiores polos empresariais do Brasil.

Dispondo de todo o suporte de um condomínio contemporâneo e elegante, o empreendimento terá casas amplas em formato de torre com oito pavimentos. O objetivo principal do projeto, segundo a autora, arquiteta Camila Prado, foi assegurar a privacidade dentro de um condomínio fechado.

“Por isso, realizamos um projeto em que conseguimos fazer uma horizontalidade das torres com ambientes muito amplos”, diz a arquiteta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.