Operação Covideiros investiga fraudes no auxílio emergencial

0

Foi deflagrada hoje (10) a Operação Covideiros, que visa combater as fraudes no auxílio emergencial. Várias pessoas estão sendo vítimas de saques indevidos, feitos por terceiros. Quando o beneficiário vai sacar já não encontra o valor que é de direito.




Vários desses saques indevidos acontecem na cidade de São Paulo, mais especificamente na Zona Leste. contudo, de acordo com a polícia federal, o crime começa no Ceará.

Segundo eles, os dados de beneficiários são clonados em casas lotéricas localizadas no Ceará.

Depois disso, os cartões clonados são feitos no estado de São Paulo e as senhas vinculadas aos cartões clonados são recadastradas em casas lotéricas localizadas na zona leste de São Paulo/SP. Os funcionários, que participam do crime, estariam ganhando parte do que é furtado.

Por fim, pessoas em posse dos cartões clonados vão até o autoatendimento de agências bancárias, em horários de pouca movimentação, e fazem os saques.

Participam da Operação Covideiros mais de 40 policiais federais, além de 40 policiais militares e 14 empregados da Caixa. Os policiais federais estão cumprindo 8 mandados de busca e apreensão (sendo 5 em São Paulo/SP, 1 em Morrinho/CE, 1 em Quixeré/CE e 1 em Russas/CE) e 2 mandados de prisão temporária (todos em São Paulo/SP). Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara criminal da Justiça Federal de São Paulo/SP.




Ainda faz parte da Operação Covideiros o monitoramento estratégico feito por equipes da PF, da PM/SP e da Caixa de salas de autoatendimento de agências.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.