Duda Reis acusa Nego do Borel de estupro, agressão e transmissão de HPV

0

Nessa semana, Duda Reis registrou boletim de ocorrência contra Nego do Borel, seu ex-noivo. O boletim foi registrado na 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), em São Paulo. Duda acusou o ex-noivo de estupro de vulnerável, injúria, ameaça, violência doméstica, lesão corporal e transmissão de HPV (infecção sexualmente transmissível). O cantor não se pronunciou sobre a denúncia.




O boletim relata que a primeira agressão aconteceu em 2018, durante o Carnaval, quando o cantor teria apertado seus braços e deixado lesões. No mesmo ano, de acordo com a atriz, Nego do Borel a empurrou e a humilhou em evento, causando novas lesões.

Duda afirmou ainda que, em agosto de 2019, durante viagem a Portugal com o ex-noivo, ela estava dopada pelo uso de medicamentos contra ansiedade, que foram inferidos por pressão dele. Ela afirmou que o cantor retornava de shows e saídas noturnas e mantinha relações sexuais não consentidas enquanto ela estava dopada. Duda afirma que ela pedia para ele não continuar.

A atriz relatou ainda que em outubro de 2019, houve violências contra ela na casa de Nego do Borel e que em novembro de 2019, após churrasco na casa do cantor, ele a ameaçou com uma faca e afirmou que iria matá-la. De acordo com a vítima, a ameaçada foi motivada por ciúme.

Foi feita ainda a acusação de transmissão de doença sexualmente transmissível e que ela descobriu na casa de Borel um fuzil e um cofre com R$ 2 milhões em espécie.

Duda Reis pediu medida protetiva com base na Lei Maria da Penha. Nego do Borel não pode entrar em contato ou se aproximar dela. Após a denúncia, policiais da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) apreenderam uma arma usada para jogar paintball na casa do cantor, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Segundo o delegado Alan Luxardo, titular da 42ª DP, é um simulacro e não foi identificado crime por parte do artista.




Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.