ONU realiza festival de música online #CadaUmDeNós

0

O festival de música online #CadaUmDeNós, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), acontece nos dias 15 e 16 de julho, às 20h, gratuitamente. O evento faz parte do projeto Verificado, iniciativa da ONU que tem como objetivo combater a desinformação na pandemia de Covid-19.




O projeto Verificado é coordenado no Brasil pelo UNIC Rio e conta com a colaboração da Purpose, uma das maiores organizações de mobilização social do mundo. É uma iniciativa global da ONU que tem o objetivo de combater a infodemia de desinformação em meio à pandemia, compartilhando informações confiáveis, precisas e que salvam vidas. O site Verificado traz uma galeria de informações verificadas e transmitidas pelas Nações Unidas. Acesse: compartilheverificado.com.br 

No dia 15 de julho, a live terá comando de Giovanna Rispoli, Bruno De Luca e Fiuk. No dia 16, Thelminha e André Vasco apresentam o evento. Os apresentadores estarão ao vivo em estúdio em São Paulo. Já as apresentações musicais foram gravadas previamente. Além das performances, artistas também irão interagir com o público e dar depoimentos.

Fiuk participa do festival como apresentador e também como músico. Além dele, Carlinhos Brown, Vitor Kley, Larissa Manoela, Luiza Possi, Melim, Negra Li, João Guilherme, Kell Smith, GragQueen, Mariana Rios, Afonso Nigro e Paulo Miklos também participam do evento. “Fizemos um videoclipe mesmo, gravado especialmente para a ONU, para o projeto. Gravados em estúdio, em externa com áudio separado, como se fosse um DVD”, explicou Afonso Nigro.

“A música é tudo, sempre foi. Sou suspeito para falar, mas a música sempre inspirou o mundo inteiro. A pandemia ajudou a gente a ver como a arte é essencial para a cultura e para a vida”, contou Fiuk durante coletiva de imprensa nesta terça-feira (13).

“Esse festival é uma reunião espontânea com o objetivo maior de trazer essa conscientização, por isso deixei a interpretação como ela veio. Já vi Gilberto Gil esquecer acordes e continuar inteiro, então eu também posso”, disse Paulo Miklos. “Aconteceu a mesma coisa comigo, mas pensei: ‘A composição é minha, então não tem problema mudar essa palavra’. A palavra é emocionante, nessa sede que a gente está de voltar a cantar, sempre é um evento emocionante ter a oportunidade de dividir música e estamos aproveitando com tudo que há em nós. Foi emocionante e muito intenso. A gente chegou a se emocionar em um dado momento da gravação”, revelou Kell Smith.

Incentivo à vacina contra a Covid-19

Durante a coletiva de imprensa, os artistas frisaram a importância de falar sobre a vacina contra a Covid-19. “Essa é uma oportunidade que temos de conscientizar, da gente se aglomerar virtualmente, no sentido de alertar as pessoas, de conscientizar da importância. Eu tô bastante otimista, porque tenho visto notícias da porcentagem de pessoas que se vacinaram e pretendem voltar para a segunda dose e a grande maioria dos brasileiros deseja se vacinar. Isso é uma coisa muito importante, saber que a nova onda, a nova moda é querer se vacinar. O momento é esse. A gente tem que se vacinar, é a maneira de superar esse momento difícil. Agora, mesmo vacinados, a gente ainda tem que manter o distanciamento, se precaver, se atentar a todos os cuidados. É o que a gente tem feito para os poucos eventos que estamos participando, e a grande maioria é virtual”, disse Paulo Miklos.

“A história de máscara, álcool e distanciamento são coisas que a gente nem deveria mais precisar falar, deveria ser como escovar os dentes. Mas incentivar a vacina é a coisa da vez”, concordou Afonso Nigro. Kell Smith reforçou a mensagem sobre a importância da vacina durante a pandemia do novo coronavírus. “Acredito no que o Afonso e o Paulo falaram, esse é o momento de ser pró-vacina. E é importante se unir a ações que tenham propósito, e é isso que estamos fazendo aqui. É momento de, como influenciadores, como pessoas públicas, dar exemplo e, o tempo todo que pudermos, induzir as pessoas a essa consciência. Ter proximidade com seu público a ponto de tocar nesses assuntos. A desinformação, hoje, é nossa pior inimiga. Que a gente possa fazer isso com união e amor, que acho que é a revolução que precisamos”, disse ela.




Serviço

Nome: Festival #CadaUmDeNós

Data e hora: 15 e 16 de julho às 20h

Local: canais da ONU Brasil no TikTok (https://www.tiktok.com/@onubrasil?lang=en) e YouTube (https://youtu.be/9wIv9jMwR9Q)

Coletiva de imprensa do Festival #CadaUmDeNós (Foto: Reprodução)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.